Dicas de como o pai pode se conectar com o bebê durante a gestação

Hoje nosso papo é com vocês, papais! 💜




Atualmente entende-se que os homensque acompanham e participam da gestação apresentam uma postura mais ativa no pós-parto e maior facilidade na criação do vínculo com o bebê. Mas de que forma vocês podem estar mais presentes e participar?


Sua presença é muito importante nas consultas médicas e exames: a mulher se sente acolhida, o bebê vai se tornando cada vez mais real e você ainda se informa sobre o processo gestacional, as mudanças, o que esperar em cada semestre...


Manter uma comunicação efetiva com a mulher também é uma forma de participação que faz toda diferença. Entender o que ela esta passando e sentindo, ser compreensivo, paciente e afetuoso, conhecer sobre as necessidades e expectativas da gestante, dar espaço para o medo ser acolhido (dos dois)... sonhar juntos... participar das escolhas, por mais simples que sejam (como a cor do quarto ou algum objeto de uso do bebê)...


Conversar com a barriga, cantar, contar histórias, acariciar, tocar... tudo isso o bebê sente. Após o nascimento, os eles tem a capacidade de reconhecer vozes e até mesmo músicas ouvidas enquanto estavam dentro do útero.


Sua participação ativa e consciente durante a gravidez te aproxima do bebê, fazendo com que ele se familiarize com sua voz, seu toque e sua presença. Também te aproxima da sua companheira, não apenas de forma amorosa, mas principalmente como um “porto seguro” em que ela pode se apoiar mesmo nos momentos difíceis. E, além de tudo, te ajuda a se conectar com essa nova identidade que vai sendo construída durante o processo: homem e pai!


Nós estamos aqui para acolhê-los também! Vocês são muito bem-vindos!


#filhos #amamentar #posparto #familia


1 visualização0 comentário