Amamentação em Livre Demanda

Livre demanda é quando a mãe oferece o seio toda vez que o bebê solicita, sem horários pré-estabelecidos. Vamos pensar um pouquinho sobre isso...


O bebê dentro do útero não sente fome pois todas as suas necessidades são supridas pela placenta e o organismo materno. Quando ele nasce, se separa do corpo da mãe e seu corpo passa a funcionar sozinho. Precisa se "acostumar" aos sinais de fome... uma dor/incômodo que nunca havia sentido antes... por isso ele chora.


O recém-nascido não tem maturidade neurológica para ser enquadrado em horários. Quando não atendido, seja por fome, dor ou medo, uma sensação de desintegração invade seu mundo psíquico.


Nos primeiros meses é essencial a livre demanda pois a amamentação esta sendo estabelecida, aprendida tanto pela mãe quanto pelo bebê. É importante lembrarmos que ele não solicita o peito apenas quando esta com fome. O seio e o colo materno trazem segurança, aconchego e amor para o bebê, o que não pode ser acessado por ele quando se segue horários.


Outro ponto que nos mostra a importância da livre demanda esta relacionado as necessidades específicas de cada bebê, em relação ao tamanho do seu estômago. O estômago de um recém-nascido suporta entre 5ml e 7ml por mamada. No terceiro dia, a capacidade é entre 22ml e 27ml; e completando o primeiro mês, ele alcança entre 80ml e 150ml. É uma quantidade pequena que, devido à perfeita composição do leito materno humano, é absorvido rapidamente, por isso o bebê pode pedir várias vezes o peito. Então, esqueçam os relógios e se entreguem a esse momento.



#filhos #amamentar #posparto #familia


0 visualização0 comentário